Negociação de aumento salarial e benefícios só funciona por conta dos sindicatos

É muito difícil que trabalhadores consigam sentar com empresários para debater suas reivindicações de igual para igual.

Isso porque donos de empresas têm o poder de demitir, perseguir ou punir um trabalhador que reivindique um aumento salarial ou o pagamento de um novo benefício, por exemplo.

Isso se torna ainda pior quando se trata de melhorias nas condições de trabalho.

Por isso, a figura do sindicato é indispensável nas mesas de negociação.

As entidades sindicais estão acima das ameaças internas do patrão – como a perda do emprego – e, portanto, têm uma força maior para conquistarem novos direitos para os trabalhadores e a ampliação do que já está previsto em lei.

Portanto, os aumentos nos pisos salariais e o pagamento de benefícios extras (e seus aumentos periódicos!) — como vale-mercado ou alimentação, cesta básica e material escolar — só chegam ao contracheque do trabalhador por conta do trabalho dos sindicatos.

Valorize o movimento sindical.

Quem apoia o sindicato apoia a expansão dos direitos da classe trabalhadora!

Fonte: STIP